27.4.15

Conto: Embaixo de uma Árvore

♥ Belas Histórias


Embaixo de uma Árvore


Não esconda seus sentimentos de alguém por muito tempo, pois ela pode está sofrendo igualmente por você... (Alicya Wiseong)




Hey filhotas, tudo bem? estão românticas hoje?


 Mamis Panda está de volta, é trouxe para vocês um conto muito lindo para as romanticas de plantão, então achei que gostariam de lê-lo, vou fazer suspense, então mergulhem no amor de Hiro e Sara, e vejam como esse jovem casal ficam juntos.

 Let's Go!

Conto: Embaixo de uma Árvore
Autora: Alicya Wiseong 


Embaixo de uma árvore, em uma noite não muito fria, Hiro e Sara conversavam amigavelmente, então o vento começou a soprar mais forte, e Sara começou a tremer de frio, logo Hiro com um olhar doce é nobre, colocou seu casaco de lã sobre seus ombros, ela sorriu olhando para baixo como um sutil agradecimento, pois encara-lo era muito cruel, pois não queria transparecer seus sentimentos por ele. Quando ela menos esperava, ele disse em um tom suave: 

-Sabe o quanto eu quero te abraçar agora? 

Sara arregalou os olhos e apertou com toda força que tinha o casaco que havia sobre seus ombros, e tentando não gaguejar disse: 

-Não pensei que pudesse sentir vontade de me tocar, nunca me abraçou durante três anos que nos conhecemos.

Hiro sorriu, mas não com um tom irônico, apenas por ter ficado contente ao saber o que Sara pensava naquele instante. então disse expressando sinceridade em sua voz: 

-Tenho que me conter sempre ao seu lado, como pode ser tão inocente assim... não tenho autocontrole o suficiente para me aproximar sempre de você, és muito convidativa, e não sabe o quanto é graciosa.  

Sem respirar por alguns segundos, ela perdeu o folego e buscou ar depressa, à tornando vulnerável neste pequeno instante, fazendo com que ele se aproximasse mais dela e pegasse em seu rosto, então levando o olhar dela ao dele, ele disse olhando fixamente em seus olhos: 

-Me permita toca-la, não consigo mais ficar longe, sinto que vou explodir, meus sentimentos já não me cabem mais, por favor.  

Ofegante e com muitas sensações, Sara fala em voz baixa, quase como um sussurro: 

-Porque eu? tantas escolhas, porque eu... você me tortura tanto dizendo essas palavras, eu não posso, simplesmente não posso acreditar que seja verdade, sempre gostei de você, mas, nunca me notava. 

Ela se afasta dele com dois passos curtos para trás, mas ele se aproxima insistente, e dessa vez, à segura pela cintura com força contra ela, em prol de que não escapasse mais, ela luta nos primeiros instantes, mas desiste quando vê que ele não soltará; decepcionada pelo esforço em vão, ela encosta seu rosto no peito dele e começa a chorar, ele pega suavemente seu queixo e levanta para que seus olhos fiquem igualados, então ele diz com um pequeno sorriso em seus lábios: 

-Você não tem ideia do quanto fica linda chorando, mas por favor... não chore, permita-se amar e deixar ser amada, me perdoe, eu nunca me aproximei de você antes pois sabia que se assustaria, Sara... não seria capaz de magoa-la.

Ela se conforta em seus braços e diz ainda olhando para ele: 

-Se acha que é só você que tem que se conter ao meu lado, se engana, meu coração se acelera tanto quando estou ao seu lado, que mau posso conte-lo, não estou com medo de que me magoe, estou com medo de perde-lo, de não ser o suficiente... 

Ele toca seu rosto e acaricia sua bochecha com o polegar, ela também leva sua mão ao rosto dele e o acaricia com muita delicadeza, ele vira seu rosto em direção a mão dela e beija sua palma amavelmente, e quando ela se distrai com seu ato, ele aproxima seu rosto ao dela, deixando apenas centímetros de distancia entre seus lábios é os dela, então diz em um sussurro quase inaudível: 

-Se eu te beijar agora, vai ser a primeira, porém, não a ultima vez, quero que sinta através de meus beijos como eu te amo, e não sou mais forte o suficiente para ficar longe de você, pois você se tornou meu ponto fraco.

Antes de qualquer movimento que Sara pudesse fazer, ou antes mesmo dela tentar dizer algo, ele facilmente inclina seu rosto e encontra os lábios dela, e à beija, deixando transbordar todo amor que havia em seu coração ao longo de todo esse tempo, e é retribuído da mesma forma intensa por ela.



Que pena que é tão curtinha a história deles não é... amei esse conto, a coisa mais fofa!

O que acharam? Querem mais romance por aqui no quadro Belas Histórias? 









4 comentários:

  1. Que coisa linda...
    amo ler romance, poderia postar mais curtas assim? Beijos e amei o blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, muito obrigada por ter gostado... pode deixar que vou colocar mais contos românticos aqui!!!

      Beijos da Panda ^^~

      Excluir
  2. Adorei, que história mais fofa! Seria legal se existisse de verdade hahah. Faça mais histórias curtas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Luar!
      Muito obrigada, fico feliz que gostou...
      Pode deixar que vou colocar outras!

      Beijos da Panda ^^~

      Excluir